Menu Principal
Início
O que é Nutrição Funcional?
Cursos de Extensão
Curso Pós Graduação
Blog
Currículo
Links
Bibliografias
Nutricionistas Funcionais
Artigos/Matérias
Contato
Procurar
Gestação Saudável
Infertilidade
Esclerose Múltipla e Nutrição
Próstata e Nutrição
Disfunção Erétil
Cálculos renais
Sensibilidade ao Glúten
Distúrbios de Humor
Distúrbios do Sono
Administrator

 
 

Alternative content


Distúrbios do Sono PDF Imprimir E-mail
Por Gabriel de Carvalho   
            Os distúrbios do sono são cada vez mais frequentes na sociedade moderna e suas alterações metabólicas estão sendo muito relacionadas ao desenvolvimento de doenças crônicas como obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.  A intervenção nutricional é de suma relevância e tem como foco reverter os distúrbios do sono caracterizados por insônia e ronco e desta forma prevenir as alterações metabólicas que poderiam ser causadas.

            A alimentação noturna excessiva, o consumo de alimentos estimulantes (café, chimarrão, chocolate, refrigerantes), alta ingestão de bebida alcoólica e a presença excessiva de luz na retina após as 18hs são alguns dos fatores que alteram a qualidade do sono.

            O plano alimentar deve conter alimentos ricos em nutrientes importantes para a produção de serotonina e para a conversão desta em melatonina, o hormônio do sono. Para o correto funcionamento desta rota metabólica o corpo deve estar recebendo adequadamente nutrientes como: triptofano, piridoxina, ácido fólico, cobalamina, niacina e ômega-3.

            Quando falamos em ronco, os principais fatores apontados pelos estudos como facilitadores são uso de álcool, sedativos, obesidade (pelo acúmulo de gordura nas vias aéreas superiores que estreitam a passagem de ar) e dormir na posição de decúbito dorsal (barriga para cima).

            A privação do sono é uma das situações que leva o corpo a produção de estresse oxidativo, levando o corpo a um estado de inflamação que pode gerar as mais variadas doenças. Portanto uma dieta antiinflamatória é essencial para prevenção de doenças crônicas.

            Estudos mostram ainda que o consumo de alimentos alergenos esta associada à piora da qualidade do sono e em alguns casos uma dieta com restrição destes alimentos pode ser fundamental para alguns indivíduos. Estes dados sugerem que para conquistar um sono adequado e reparador há necessidade de um tratamento individualizado, onde através da análise metabólica do paciente é traçado o tratamento adequado.

            Pratique a nutrição funcional e durma bem!

                       

Juliana Bueno

Nutricionista Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional e Pós-graduanda em Nutrição Esportiva Funcional– CRN2 8860

 

Para agenda uma consulta entre em contato em contato pelo telefone 51-3224 4046 ou nos visite na rua Vigário José Inácio, 630/703, Porto Alegre.